CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Diniz ressalta a importância de Jean Mota no Santos: "Ele é muito bom"
Treinador também explicou a ausência de Vinicius Zanocelo, que faria a sua estreia nesta terça-feira (8)
Por: Bruno Lima  -  08/06/21  -  19:48
Jean Mota está em alta com o técnico Fernando Diniz   Foto: Ivan Storti/Santos

A chegada do técnico Fernando Diniz ao Santos fez muito bem para o meio-campo Jean Mota. Escalado inicialmente como segundo volante pelo auxiliar Marcelo Fernandes e mantido na função pelo treinador, o camisa 41 deixou as críticas da torcida de lado e parece ter caído no gosto do comandante Alvinegro.


Em entrevista coletiva após a vitória por 1 a 0 sobre o Cianorte, nesta terça-feira (8), na Vila Belmiro, que garantiu o Santos nas oitavas de final da Copa do Brasil, Diniz enalteceu o trabalho do meio-campo.


"O Jean Mota tem características importantes, que eu gosto: versátil, inteligente, participativo, bola longa boa e tem chute de fora da área. É muito tempo em clube grande e às vezes acaba sendo mais questionado do que deveria. Considero grande jogador, sempre gostei. E tem nos ajudado bastante. Tendência é de crescimento. Fico muito feliz por ele mostrar suas qualidades neste momento. Porque de fato ele é muito bom".


O técnico também explicou a ausência de Vinicius Zanocelo, meio-campista contratado da Ferroviária que faria a sua estreia diante do Cianorte.


"Ele viria para o jogo, mas teve um desconforto. Não foi nada sério. É algo discreto e resolvemos preservá-lo. Foi um probleminha no aquecimento, no pré-treino. Por isso não o trouxemos para a partida", concluiu.